Começou!

Escrito por
Publicado em: 6/08/2016
dia1_k_durant_capa

Finalmente, começou! O tão esperado torneio de basquete masculino do Rio 2016 teve seu tapinha inicial neste sábado (dia 06/08). Apresentando 3 partidas pelo grupo A ao longo do dia, os torcedores puderam sentir na pele o espírito olímpico de uma competição disputada dentro do território brasileiro. Então confira a seguir o que de melhor aconteceu nos jogos da rodada com o sempre preciso e famoso resumo do blog do Draft Brasil.

Austrália 87X66 França

Na abertura do torneio masculino de basquete do Rio 2016, a Austrália conquistou uma vitória convincente pelo placar de 87X66 ao castigar a França no 3º quarto do confronto entre as seleções. O armador Patrick Mills foi o cestinha da equipe com 21 pontos e a dupla formada pelo ala Aron Baynes e pelo pivô Andrew Bogut forneceu uma imensa presença no garrafão ao longo da partida. Bogut produziu uma atuação completa com 18 pontos, 5 assistências e 4 rebotes.

aus_fra_p_mills

O armador australiano Patrick Mills foi o cestinha da equipe com 21 pontos na vitória sobre os franceses. (Crédito: FIBA.com)

Após abrir uma boa vantagem, os australianos viram o astro Tony Parker colocar os ‘Les Bleus‘ de volta ao duelo com 16 pontos na 1ª metade e encostar no marcador a meros 3 pontos (36X33). Mas os comandados do técnico Andrej Lemanis logo desencadearam uma seqüência de 12X2 no começo do 2º tempo. Com isso, a seleção australiana, em busca de sua 1ª medalha na história do evento nas Olimpíadas, assegurou uma liderança confortável pelo restante do jogo. Mostrando muita disposição ao rodar a bola e apenas tentar os arremessos mais garantidos, os ‘Boomers‘ registraram 29 assistências no total (liderados pelas 10 de Matthew Dellavedova). Bogut, de volta aos Jogos Olímpicos desde 2008, não mostrou problemas por conta da torção no joelho que o deixou afastado por um bom período antes do torneio, acertou 9 dos seus 10 arremessos.

O próximo confronto da França (0-1), que desperdiçou a posse da bola por 17 vezes contra os australianos, será contra a China (0-1) na próxima 2ª feira (dia 08/08). Já a Austrália (1-0) levará uma dose extra de confiança no duelo contra a Sérvia (1-0) também na mesma data.

China 69X112 EUA

Os EUA atropelaram a China no 1º período e terminaram o tranquilo compromisso com uma vitória por 119X62 no começo da noite deste sábado (dia 06/08). O ala Kevin Durant, MVP da Copa do Mundo de 2010, foi o máximo anotador da partida com 25 pontos à medida que os norte-americanos fizeram a festa da torcida presente na Arena Carioca 1 com um passeio sobre os atuais campeões asiáticos.

chn_eua_k_durant

O ala norte-americano Kevin Durant foi o máximo anotador com 25 pontos no passeio sobre os chineses. (Crédito: FIBA.com)

Nos primeiros 3 minutos de jogo, o marcador apresentava uma igualdade de 4X4 até os EUA ligarem suas turbinas. Franco favoritos à medalha de ouro, a equipe de Mike Krzyzewski garantiu o triunfo ao estabelecer um seqüência de 21X6 no término dos 12 minutos iniciais. O que os adversários não podem cometer contra os americanos – erros que provocam cestas fáceis – a China fez de monte. Foram 24 ao todo. Mas vamos dar crédito a quem mereceu. Os EUA tiveram 5 jogadores com pelo menos 2 roubadas de bola cada. Durant foi o cestinha, mas a vontade do pivô DeMarcus Cousins não pode ser descartada, já que ele foi responsável por 17 pontos e 5 rebotes para o time americano.

Para o alívio da China, os poderosos EUA são passado pois agora eles precisam se concentrar nos outros jogos do grupo, a começar pelo próximo confronto contra a França (0-1) na 2ª feira (dia 08/08). Para os EUA (1-0), eles medem forças contra a Venezuela (0-1) também no mesmo dia.

Venezuela 62X86 Sérvia

Fechando o 1º dia de competições do basquete masculino no Rio 2016, a Sérvia precisou de quase um período inteiro para encontrar seu ritmo, mas uma vez alcançado, eles não perderam mais. Com uma vantagem significativa nos rebotes e uma performance eficiente do pivô Miroslav Raduljica, os sérvios começaram a sua campanha olímpica com um triunfo retumbante por 86X62 sobre a Venezuela na noite de sábado. Contando com contra-ataques rápidos e freqüentes, a equipe do treinador Sasha Djordjevic garantiu rapidamente a vitória.

ven_srb_m_raduljica

O pivô sérvio Miroslav Raduljica foi uma ameaça à defesa venezuelana ao anotar 18 pontos em pouco mais de 15 minutos de ação. (Crédito: FIBA.com)

Os venezuelanos equilibraram a partida por uma boa parte do 1º quarto, chegando a empatar o marcador em 14X14. Porém, a partir daí, os sérvios resolveram imprimir uma velocidade imbatível. Os europeus marcaram os últimos 4 pontos do período e, em seguida, começaram o 2º quarto de forma avassaladora, produzindo uma seqüência de 26X9 até o intervalo. Os europeus dominaram os sul-americanos nos rebotes, registrando uma superioridade de 41X25 neste quesito. Raduljica foi uma ameaça à defesa adversária ao anotar 18 pontos em pouco mais de 15 minutos de ação.

Favoritos a vencerem a partida, a Sérvia (1-0) não decepcionou seus torcedores, sendo supremos em praticamente todos os aspectos do jogo, mas terão que batalhar contra um oponente bem mais difícil na próxima 2ª feira (dia 08/08) , a Austrália (1-0). Já a Venezuela (0-1) não terá vida fácil na próxima rodada pois o próximo confronto será contra os EUA (1-0) na mesma data.

Fatal error: Uncaught Exception: 190: Error validating application. Application has been deleted. (190) thrown in /var/www/draftbrasil.net/blog/wp-content/plugins/seo-facebook-comments/facebook/base_facebook.php on line 1273