No sufoco

Escrito por
Publicado em: 9/08/2016
dia4_marquinhos_capa

Foi de tirar o fôlego. A rodada do grupo B no 4º dia de disputa do torneio de basquete masculino dos Jogos Olímpicos do Rio foi a melhor até o momento. Na 1ª partida do dia, o Brasil venceu no sufoco a Espanha. No 2º compromisso da chave, a Lituânia precisou jogar tudo o que sabia para vencer os guerreiro da Nigéria. E por último – e não menos importante, a Argentina levou um susto no final mas derrotou a Croácia. Cheque abaixo o aconteceu em cada um dos duelos no resumo preparado pelo blog do Draft Brasil.

Espanha 65X66 Brasil

Abrindo a rodada do 4º dia, o Brasil escapou com uma vitória suada por 66X65 sobre a Espanha graças a um tapinha primordial do ala Marquinhos depois do arremesso desperdiçado do armador Marcelinho Huertas nos segundos derradeiros do jogo. Após a derrota na estréia, os anfitriões chegaram a estar em vantagem por 11 pontos mas viram essa diferença ser pulverizada pela veterana equipe espanhola. Os atuais campeões europeus pareciam estar com o triunfo nas mãos há 2 minutos do fim, quando lideravam por somente 1 ponto. Após Sergio Llull converter 1 dos seus 2 lances livres, o pivô Nenê Hilário também fez o mesmo a favor dos brasileiros, para em seguida, cometer uma falta no pivô Pau Gasol. Porém o astro da equipe desperdiçou ambos os lances. Foi aí que apareceu a estrela de Marquinhos, que estava no lugar certo para converter a cesta decisiva há 5 segundos do final. Depois de um pedido de tempo, a Espanha tentou o último suspiro com Llull que não conseguiu um bom arremesso na infiltração.

esp_bra_a_lima

Os lances livres errados de Gasol com 23 segundos por jogar ajudaram os brasileiros, que aproveitaram a falha de marcação do ala Nikola Mirotic, proporcionando a Marquinhos dar o tapinha vitorioso. Gasol acertou apenas 5 das suas 12 da linha de lance livre. A seleção verde a amarela teve grandes contribuições de Huertas e Marquinhos, mas o pivô Augusto Lima também merece o destaque por ter defendido Gasol de maneira formidável, dando à equipe uma presença vital no garrafão.

O Brasil (1-1) se recuperou do revés na estréia da melhor forma possível e precisará manter – ou até mesmo aumentar – o nível mostrado contra a Croácia (1-1) na próxima 5ª feira (dia 11/08). Em compensação a Espanha (0-2), terá pela frente 3 adversários não tão fáceis, a começar pela Nigéria (0-2) no mesmo dia.

Lituânia 89X80 Nigéria

Apesar de jogar abaixo do esperado, a Nigéria deu tudo do seu melhor contra a forte seleção da Lituânia nesta 3ª feira, já que os europeus precisaram de um 3º quarto esplêndido para alcançar a vitória por 89X80. Com o ala Jonas Maciulis aparecendo para anotar 13 dos seus 21 pontos no 3º período quando os lituanos registraram uma parcial de 29X13, os europeus saíram de uma desvantagem de 5 pontos no intervalo para liderar por 11 pontos a caminho do último quarto. Os africanos chegaram a amedrontar o adversário no 4º quarto, porém não conseguiram responder à altura defensivamente. O ala Ike Diogu marcou 19 pontos e o armador Michael Umeh somou outros 17.

lit_nig_m_kalnietis

A seleção báltica lutou muito e conseguiu somente abrir uma confortável liderança na metade do 3º quarto, quando Maciulis acertou a mão da linha de 3 pontos, registrando 7 pontos de uma seqüência de 12X0. Tanto o armador Mantas Kalnietis, que produziu 21 pontos e 12 assistências, quanto Maciulis, provocaram os estragos que garantiram mais um triunfo a favor da equipe.

A Nigéria (0-2) realmente mostrou sua força ao superar a adversidade das contusões e batalhar de igual para igual contra um dos gigantes do basquete, já que encaram outra pedreira pela frente na 5ª feira, a Espanha (0-2). Entretanto a Lituânia (2-0) joga contra a temível Argentina (2-0), líder do grupo B ao lado dos europeus, na mesma data.

Argentina 90X82 Croácia

Fechando o dia, a Argentina sobreviveu a uma virada da Croácia no 4º quarto para assegurar o triunfo por 90X82 na Arena Carioca 1 na noite da 3ª feira. Os sul-americanos chegaram a liderar o placar por 20 pontos ao final do 3º período, mas os croatas reagiram e encostaram a 4 pontos no marcador restando somente 1 minuto por jogar, antes do time comandado por Sergio Hernandez sair com a vitória graças aos lances livres. Com a igualdade de 22X22 no fim do quarto inicial foram os argentinos que tomaram a liderança da partida, levando uma vantagem de 6 pontos para o intervalo. Na volta dos vestiários, o time azul e branco registrou uma parcial de 15X3, dando a eles uma folgada vantagem de 61X43 no placar, que chegou a 20 pontos com menos de 3 minutos para o fim do 3º quarto. Perdendo por 17 pontos no começo dos 12 minutos finais, os europeus puderam contar com os astros Bojan Bogdanovic e Dario Saric, além de contribuições fundamentais dos reservas Mario Hezonja e Luka Babic, para reduzir a diferença no placar. No entanto, eles não conseguiram diminuir o déficit para mais de 4 pontos e a incrível tentativa de virada ficou só no quase.

arg_cro_l_scola

Com os croatas perdendo por 85X81, o armador Krunoslav Simon errou uma tentativa de 3 pontos para em seguida o ala Luis Scola sofrer uma falta de Hezonja na disputa por um rebote. O técnico Aleksandar Petrovic e o ala Luka Babic reclamaram da infração e ambos receberam uma falta técnica, resultando na expulsão de Petrovic que já havia levado outra anteriormente. Scola e Ginobili acertaram os lances que deixaram os argentinos tranquilos no fim. Os pontos fracos da Croácia foram os baixos aproveitamentos (13-21 nos lances livres e 9-31 nos chutes de 3 pontos). De forma atípica, Scola errou 5 dos seus 9 lances livres, mas sua atuação foi magnífica, terminando como o cestinha da partida com 23 pontos e 9 rebotes. 

A Croácia (1-1) perderam uma grande oportunidade de assumir a liderança do grupo e pretendem se recuperar da derrota contra o Brasil (1-1) na próxima 5ª feira (dia 11/08). Em compensação a Argentina (2-0) encara a Lituânia (2-0) em uma imperdível batalha de invictos no mesmo dia.

Fatal error: Uncaught Exception: 190: Error validating application. Application has been deleted. (190) thrown in /var/www/draftbrasil.net/blog/wp-content/plugins/seo-facebook-comments/facebook/base_facebook.php on line 1273