Quem segura o fenômeno Curry?

Escrito por
Publicado em: 12/12/2016
Fonte: extratime.uol.com.br

Assim foi com Michael Jordan, considerado por muitos como o maior mito do basquete mundial, e também por outros como, Earvin Magic Johnson, Larry Bird, Shaquille O’Neal e Kobe Bryant. Todos esses e ainda outros passaram pelas inevitáveis comparações: de serem os melhores atletas de suas gerações, e quase sempre esse “rótulo” se confunde com a natural necessidade de, pela força do momento presente, terem seus nomes gritados como o maior de todos os tempos. Sendo assim, com o astro do Golden State Warriors não está sendo diferente.

A questão é que Wardell Stephen Curry II, ou simplesmente Steph ou ainda “Chef Curry”, é o novo queridinho da liga profissional de basquete da América do Norte, a tradicional NBA, título esse que dificilmente será ocupado por outro alguém nos próximos anos.

Os motivos para tamanho sucesso são vários. Desde a chegada ao Golden State Warriors, em 2009, a carreira de Curry atingiu níveis estratosféricos. Na temporada 2014/2015, Curry recebeu o prêmio de melhor jogador da temporada (MVP), quando sua equipe também foi a campeã da NBA.

Na temporada seguinte, (em 2015/2016), os Warriors chegaram às Finais da NBA, e Curry foi eleito o MVP pela 2ª vez consecutiva e dessa vez, de forma unânimeEle recebeu os votos de todos os 131 jornalistas presentes, feito que outros craques, como Michael Jordan e Kobe Bryant, sequer chegaram perto.

Cestas de 3, um deleite para os fãs

image00

Uma cena se repete com frequência nos jogos de Curry: arremessos certeiros de longe da cesta, do meio da quadra ou de qualquer outro lugar. É um novo patamar, um novo referencial, pois com Curry, a linha de 3 pontos deixou de ser referência. É muito comum que o armador arremesse de uma distância de 8 a 9 metros de distância, quando a linha de 3 pontos na NBA fica a 7,25 metros da cesta.

Ou seja, mais estatísticas. Por 3 vezes quebrou o recorde de pontos em arremessos de 3 em uma temporada regular da NBA, entre eles os inacreditáveis 402 chutes certeiros em 2015/2016. Nessa mesma temporada, Curry comandou o Golden State na histórica marca de 73 vitórias, ultrapassando o recorde anterior que pertencia à equipe do Chicago Bulls na temporada 1995/1996 com 72 vitórias.

Curry também é detentor do recorde de número de cestas de 3 pontos convertidas em uma mesma partida. No dia 08/11/2016, ele acertou incríveis 13 cestas (veja no vídeo abaixo) e foi o grande nome da vitória do Golden State Warriors sobre o New Orleans Pelicans, batendo seu próprio recorde anterior.

Sem contar que o armador tem como fortes características a velocidade, o domínio de bola e o rápido raciocínio. Seu reinado é endossado e confirmado até mesmo pelo seu maior “rival” em busca do posto de melhor da atualidade: o ala LeBron James, que já se rendeu aos talentos de Curry inúmeras vezes.

Da Carolina do Norte à Califórnia, a ascensão definitiva

image03

O DNA não permitiu que Curry fugisse dos esportes. Natural de Akron, no estado de Ohio, Steph é filho de Dell Curry, ex-jogador da que atuou por 16 anos na liga em equipes como o Utah Jazz, o Charlotte Hornets e o Toronto Raptors. Seu irmão caçula, Seth, também está na liga e atua pelo Dallas Mavericks. Sonya Curry, mãe de Stephen, foi jogadora de vôlei.

O caminho de Curry no basquete começou a se sedimentar na Universidade de Davidson, na Carolina do Norte, trajetória que durou 3 anos até ser selecionado em 2009 pela equipe do Golden State Warriors. Curry foi apenas o 7º escolhido no Draft daquele ano, ficando atrás de feras como James Hardem, Blake Griffin e do espanhol Ricky Rubio. À época, Curry já vivia a fama de ser um grande arremessador, com pontuação acima da média.

Em 2010, suas atuações no 1º ano na Califórnia o levaram a subir de conceito. Curry ficou em 2º lugar na eleição do novato do ano (Rookie of The Year), premiação que escolhe os melhores novatos da temporada.

Kevin Durant: o parceiro perfeito

image02

Já não bastassem as companhias de astros do quilate de Klay Thompson ou Draymond Green, o favorito a mais um título Golden State ainda procurou um reforço de peso para a temporada. Contratado junto ao Oklahoma City Thunder,  o ala Kevin Durant – um dos astros da seleção dos EUA que faturou o ouro olímpico na Rio-2016 – chega aos Warriors para fazer com Curry a maior dupla da atualidade. Já na pré-temporada, os dois fizeram “chover”, alçando ainda mais o favoritismo do Golden State.

“Vai ser uma vibração diferente, porque é uma equipe diferente, com uma dinâmica diferente, com jogadores diferentes, e com Kevin Durant se juntando a nós, temos provavelmente seis ou setes caras novas”, explicou o astro em recente entrevista à imprensa. Até o momento, o Golden State Warriors é o líder da conferência oeste, com dezesseis vitórias e apenas duas derrotas na temporada, um aproveitamento de 88.9% na campanha.

Na próxima rodada, (dia 02/12), o Golden State Warriors enfrenta o Portland Trail Blazers e as melhores apostas no basquete vêem um amplo favoritismo para os Warriors vencer o duelo: 85,5% contra apenas 19,4% para o Portland.

Fatal error: Uncaught Exception: 190: Error validating application. Application has been deleted. (190) thrown in /var/www/draftbrasil.net/blog/wp-content/plugins/seo-facebook-comments/facebook/base_facebook.php on line 1273