Valendo vaga

Escrito por
Publicado em: 7/02/2015
okl_nop_a_davis_capa

Em duelo recheado de interesses aos playoffs por ambas as equipes, o armador Russell Westbrook e o Oklahoma City Thunder estavam à beira de vencer uma 2ª partida crucial seguida contra o New Orleans Pelicans, mas o arremesso decisivo de Anthony Davis no estouro do cronômetro (veja no vídeo abaixo) e o ‘triple-double’ de Tyreke Evans mantiveram os Pelicans à frente do Thunder na classificação da conferência Oeste.

A cesta de 3 pontos de Davis – a 1ª dele na temporada – coroou sua virtuosa performance na vitória por 116X113 sobre o Oklahoma City na 6ª feira (dia 06/02). Aqui estão as principais coisas que vocês devem saber sobre os desempenhos notáveis de Davis, Evans e Westbrook no confronto:

  • Davis terminou com 41 pontos, 10 rebotes e acertou seu 1º arremesso decisivo na carreira. Ele é o único jogador nas últimas 10 temporadas com, no mínimo, 40 pontos, 10 rebotes e uma cesta decisiva no estouro do cronômetro.
  • O arremesso fundamental foi a 1ª cesta de 3 pontos de Davis desde 03/03/2014 e apenas a 3ª em 24 tentativas na sua carreira. Antes desta partida, ele tinha errado 11 arremessos de 3 pontos seguidos, incluindo todos os 8 tentados nesta temporada.
  • Davis é o único jogador com mais de 1 partidas de 40/10 nesta temporada. Ele se igualou a David West pelo maior números de partidas de 40/10 na história da franquia dos Pelicans/Hornets com 3 no total.
  • Ele marcou no mínimo 20 pontos por 13 jogos seguidos, estabelecendo um novo recorde da maior quantidade de partidas de 2o ou mais pontos consecutivas por um jogador do New Orleans. O recorde anterior pertencia ao lendário Pete Maravich, que produziu 12 jogos seguidos de 20 ou mais pontos com o New Orleans Jazz em 1976/1977.
  • Westbrook acabou a partida com sua maior pontuação na carreira (48 pontos), além de 11 assistências e 9 rebotes. Ele é o 3º jogador na história da NBA a alcançar estes totais em uma derrota, se juntando a Oscar Robertson e Wilt Chamberlain.
  • Somando as 4 roubadas de bola de Westbrook a esta conta, ele se juntou a Larry Bird como os únicos jogadores com 48 pontos, 11 assistências, 9 rebotes e 4 roubos em uma partida nas últimas 30 temporadas.
  • Ele tinha anotado pelo menos 45 pontos em cada um dos últimos 2 confrontos contra os Pelicans, se juntando a Chamberlain e Elgin Baylor como os únicos jogadores na história da NBA com 45 pontos em jogos consecutivos contra o mesmo oponente.
  • Westbrook é o 4º jogador na história da NBA com partidas seguidas com, no mínimo, 45 pontos, 5 rebotes e 5 assistências. Ele se igualou a Kobe Bryant, Chamberlain e Baylor.
  • Ele converteu todos os seus 15 lances livres, incluindo os últimos 3 que empatou a partida antes do arremesso vencedor de Davis. Este foi o maior número de acertos sem nenhum desperdício em um jogo na sua carreira.
  • A confronto entre Thunder X Pelicans marcou a 5ª vez nas últimas 25 temporadas que 2 adversários estabeleceram ‘double-doubles’ com 40 pontos. Westbrook e Kevin Durant estavam envolvidos em cada uma das últimas 3 ocasiões.
  • Foi somente a 5ª partida sem a necessidade de tempo extra na história da NBA que apresentou um jogador com 1 ‘triple double’ e 2 outros com ‘double-double’ com 40 pontos. As outras 4 ocorrências foram (com o jogador que estabeleceu o ‘triple double’ listado em 1º lugar):
  1. Los Angeles Lakers X Philadelphia Warriors no dia 09/11/1960 (Tom Gola, Elgin Baylor e Wilt Chamberlain)
  2. Los Angeles Lakers X St. Louis Hawks no dia 03/03/1962 (Lenny Wilkens, Rudy LaRusso e Cliff Hagan)
  3. Boston Celtics X San Diego Rockets no dia 25/02/1970 (John Havlicek, Don Nelson e Elvin Hayes)
  4. Phoenix Suns X Portland Trail Blazers no dia 16/12/1988 (Terry Porter, Clyde Drexler e Armen Gilliam)

Realmente, depois de todas estas marcas citadas acima, podemos afirmar que os astros e as estrelas estavam alinhadas na noite da partida entre Thunder X Pelicans.

Fatal error: Uncaught Exception: 190: Error validating application. Application has been deleted. (190) thrown in /var/www/draftbrasil.net/blog/wp-content/plugins/seo-facebook-comments/facebook/base_facebook.php on line 1273